HOTEL DA MONTANHA

Blogs

Os melhores percursos para descobrir a nossa história

02-10-2020

A Ponte Filipina remonta ao período entre 1607 e 1610, tendo sido construída durante a dinastia filipina. Por ser já tão antiga, apresenta uma construção com grandes blocos de granito e possui 3 arcos. Esta ponte era a única forma de ligação com Pedrogão Grande, até ao ano de 1954 quando foi construída a Barragem do Cabril.

Para lá chegar, certifique-se que tem o vestuário e calçado adequado e não se esqueça de levar água, para que tire o máximo proveito desta caminhada pela Natureza.

 

 

Ao fazer o Caminho do Xisto de Pedrogão Pequeno vai ter a oportunidade observar toda a biodiversidade existente na região.

Este caminho era anteriormente usado pelos nossos antepassados que ali moravam, hoje em dia é um percurso bem sinalizado que o permite conhecer autonomamente a região e as suas fantásticas paisagens.

Para dar início a este percurso terá de se deslocar até ao mercado de Pedrogão Pequeno e dali seguir em direção ao rio Zezêre através de uma estrada Romana, denominada de Via Romana. No final da descida dessa estrada, basta fazer um pequeno desvio e encontra a Ponte Filipina.

 

 

Ao longo deste percurso vai encontrar em formato de painéis interpretativos, muita da riqueza ambiental e patrimonial existente na região.

Depois da Ponte Filipina, pode dar continuidade ao percurso do Caminho do Xisto de Pedrogão Pequeno, passando pelo Túnel do Moinho das Freiras, pelo Moinho das Freiras (para saber mais sobre este local poderá ler o nosso artigo sobre as “3 maravilhas do concelho da Sertã”), pelo Miradouro, pelo Painho e pela Fonte das Aveleiras. Este percurso é circular, portanto tem início e fim no mesmo ponto, no Mercado de Pedrogão Pequeno.

Está pronto para a sua próxima aventura?

 

 

 

Tags:

natureza, caminhadas, trilhos, percursos, história, património, caminhosdoxisto, pontefilipina, zezêre, pedrogãopequeno